A natureza foi generosa com a baía de Angra dos Reis, presenteando-a com nada menos que 365 ilhas salpicadas em um mar de águas verdes e cristalinas. A melhor maneira de conhecê-las é de barco, em passeios que levam a cenários paradisíacos e variados. No cardápio estão recantos isolados - os preferidos dos ricos e famosos para erguerem seus refúgios - e também praias badaladas, como a do Dentista, onde o engarrafamento de lanchas e iates é constante na alta estação. Por ali, a mordomia tem espaço de sobra - os bares flutuantes levam drinks e petiscos até às embarcações logo após os pedidos serem feitos via rádio.

Ermida do Senhor do Bonfim: Bucolismo at?em alto-mar!<br>
Ermida do Senhor do Bonfim: Bucolismo at?em alto-mar!
Foto: Luís Fernando Lara - TurisAngra
Angra foi contemplada, ainda, com uma diversificada e colorida vida marinha, o que faz da região um dos melhores pontos de mergulho do país. Além de peixes de inúmeras espécies, moluscos, crustáceos, tartarugas e moréias, os adeptos da atividade encontram naufrágios escondidos. 

Quem aposta somente nos equipamentos básicos, como máscara e snorkel, também não se decepciona - nos arredores das ilhas Botinas, cartão-postal do destino, há muitas belezas a serem apreciadas debaixo d'água.

No verão, engarrafamento de lanchas é comum na praia do Dentista


Em terra firme, as atrações ficam por conta do Centro Histórico, com casario colonial, conventos e igrejas; e dos charmosos restaurantes do bairro da Vila do Frade. Em muitos estabelecimentos, apreciar a paisagem é tão prazeroso quanto degustar os pratos. 

Depois do jantar, caso seja verão, todos os caminhos levam ao mar novamente - o agito noturno também tem as ilhas como pano de fundo. O endereço muda a cada temporada, mas a pista está sempre fervendo.

Descobrindo Angra dos Reis Guia completo por Editoria Férias Jogos poki onlines poki online

Em destaque > O que ver e fazer

E mais

Planeje sua ida